Quem viaja sozinha faz mais amigos ?

Viajar sozinha para mim é especial.

Para outros não é bem assim, há quem adore, há quem goste de vez em quando e há quem nem quer pensar que vai estar sozinha num país desconhecido.

Há também os dois tipos de viajantes "solo", os que querem mesmo estar completamente sozinhos no seu mundinho e os que gostam de conhecer novas pessoas e aproveitar para conviver com outros viajantes e com pessoas locais.
Confesso que sou um bocadinho dos dois, mas talvez uns 70% do primeiro tipo e apenas 30% do segundo, ou seja converso e partilho sorrisos com quem está por perto e até posso fazer uma ou outra visita guiada em grupo, mas no geral eu quero é estar embrenhada no meu roteiro e na minha vidinha 22horas das 24 que o dia tem 😂😂😂😂

Existem vários estudos que afirmam que quem viaja sozinha(o) faz mais amigos.
Bem ... amigos, amigos não sei se será o termo correcto, mas que conhecemos muita gente é bem verdade.
Principalmente as raparigas ...
Tenho a mania de ser simpática e sorrir para toda a gente, o que em viagem já me fez ter de fugir de algumas situações embaraçosas, como uma vez em Praga que um grupo de Italianos me fez uma serenata com a canção "Garota de Ipanema", ainda aguentei uns minutos no meio da rodinha até decidir fugir para uma loja de cristais da Boémia !!!! LOLOLOL !!!!



Voltando aos dois tipos de viajantes "solo", só está sozinho quem quer mesmo estar sozinho.

Para quem viaja sozinha pela primeira vez às vezes pode ser estranho, ou existir uma sensação de insegurança, mas há truques :

* O Alojamento

Eu pessoalmente prezo muito a minha privacidade e até hoje optei sempre por hotel (atenção que muitos pedem uma taxa suplementar por quarto single), mas para quem não se sente à vontade pode escolher um hostel onde não faltará companhia em quartos com menos ou mais pessoas.
Num hotel também fazemos amigos, quem nunca ficou nas filas de pequeno almoço a conversar com alguém do outro lado do mundo, enquanto espera que reponham os croissants ?

* Os sítios

Frequentar os mesmos espaços é uma maneira de meter conversa.
Cafés, bares, parques ...
Há sempre alguém que também está sem companhia, ou grupos que te perguntam de onde és, onde já foste ...
Para quem não gosta de almoçar sozinho (sim, ainda existem essas pessoas e são mais do que eu queria acreditar) há imensos sítios com mesas colectivas, alguns bem conhecidos dos "mochileiros" e frequentados maioritariamente por viajantes, podem pesquisar antes de viajar.

* As visitas

Antes de partirem podem marcar visitas a museus ou monumentos online, de certeza que vão ter companhia.
Já no local podem ir a postos de turismo, há imensas coisas para fazer como passeios de barco com almoço ou visitas a cidades próximas, podem também comprar uma experiência como um jantar num sitio típico do país, alguns incluem espectáculo musical e geralmente há um numero mínimo de participantes como 12 ou 14, por isso nunca estão sozinhos.
Peçam informações no hotel onde estão, muitos deles fazem tours a pé pela cidade com guia para os hóspedes, algumas até são grátis.


Como eu costumo dizer : Just Go With the Flow !!!

Já conversei com Brasileiros enquanto comíamos crepes, já visitei monumentos com Israelitas, já tirei selfies com Japoneses, já fiz compras com uma rapariga Basca, tive uma das mais animadas viagens de avião com um Romeno, já caí numa calçada molhada com um Grego e um Cipriota, já ri e bebi com Russos ... em Bratislava até conheci um casal de Barcelos que tinha o mesmo tatuador que eu !!!!!  😁😂😃😅


A vida é para ser vivida não acham ?
Aproveitem todos os momentos.
Beijinhos e muitas fofurices 💋


* fotos tiradas no rio Vltava em Praga, República Checa
com os "meus patinhos" que me fazem companhia todas as manhãs e com o Palácio Zofín como fundo, a casa das grandes cerimónias, bailes e concertos de música clássica *



Relacionado :




Comentários

  1. Eu não teria coragem para viagar sozinha mas admiro mesmo quem o faz!! Adoro estar sozinha,mas sentir me sozinha "fora" do meu meio não seria capaz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla compreendo perfeitamente, como escrevi há pessoas que nem querem pensar nisso, mas pessoalmente posso dizer que é sem dúvida alguma uma sensação de liberdade incrível 😊
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Já viajei das duas formas e acredito que as duas trazem os seus prós e contras mas quando quero uma viagem para pôr a cabeça no sítio admito que prefiro fazê-lo sozinha, faço o roteiro que quero, ao meu ritmo, sem obrigações ou vontade dos outros... É libertador e no meu caso é mesmo verdade que fico mais disposta a conhecer pessoas novas e lidar mais de perto com a comunidade e hábitos locais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom, não é Diana ?
      A liberdade dos nossos horários, ao nosso ritmo e com o roteiro ao nosso gosto 😊, por mais que goste de companhia e de estar rodeada de quem amo, viajar sozinha é algo que não abdico.
      Beijinhos e boas viagens.

      Eliminar
  3. Olá Bella, jamais o faria, mas admiro quem o faz!! Belas experiências as suas!! Beijinhos e boas viagens

    ResponderEliminar
  4. Nunca viajei sozinha, mas é algo que não está fora de questão...Nas viagens acho que há alturas para tudo...para estarmos sozinhas ou com as pessoas com quem vamos, ou para conhecermos pessoas, sejam elas também turistas ou locais. Não me esqueço da minha viagem a Cuba onde conheci alguns casais portugueses e fui jantar a casa de uma cubana. Foram umas férias excelentes, não só pelo país, mas também pelas pessoas com quem me cruzei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão bonito Alexandra, é essas coisas que levamos desta vida não é verdade ?
      Gosto tanto do lema "Junta memórias e não coisas" 😊
      Beijinhos

      Eliminar

Enviar um comentário